domingo, fevereiro 27, 2011


Gostei dessa inversão: enquanto aqui a gente se farta de cupcakes,
lá, a moça está ficando rica com o My Sweet Brigadeiro, vendendo
nosso doce á rodo em NY. Eu gosto dos cupcakes da querida Cíntia. 
Dos cupcakes e da idéia que ela teve, Cupcake Friday. Começou o
negócio no Twitter. Avant-garde. Pensando ao menos em deixar o
Tweetdeck  aberto novamente, só para acompanhar, mas não sei.
estava enjoado e não quero enjoar de vez. A Elegância do Ouriço de
Muriel Barbery. Elegância, o tema da semana aqui em casa. E lá
se vai mais um livro para a minha lista perene de livros a serem
lidos um dia. *suspiro*. Ouvindo músicas pelo Grooveshark. Direto.
Direto naturalmente quando consigo conexão. Todo mundo já está
com GVT e eu processando a NET. De novo. Consegui fazer o scanner
de negativos funcionar; anos de negativos e cromos para digitalizar.
Só posso dizer que estou no céu. Nessas de procurar negativos,
achei uns postais datados de 1863, letra miúda, escritos em francês,
queria muito saber o que dizem. Terá o idioma mudado muito nesses
cento e quarenta e poucos anos, oi, pessoal que fala francês?
Preguiça de colocar link pras coisas mas tudo bem, porque assim
fica tudo só entre nós. Não ligo para florestas, essa coisa de
ir ter contato com a natureza,etc, e até não acho que a natureza
está lá e a gente aqui, a natureza é uma coisa só, a natureza é
aqui; só que gosto muito de árvores, elas  sozinhas, vai
daí que perdi a hora de uma aula folheando o Remarkable Trees,
num Sebo dia desses. Baobás são as minhas preferidas e no meu
universo elas estão diretamente ligadas as baleias. Padrão
que liga e tal. Quando perco os horários das coisas concretas
não me sinto vivendo muito, assim, nesse mundo, lógico e prático,
sabe? Continuo sonhando muito, acho que é efeito de florais, Jung
deve estar pulando carnaval na tumba, um dia eu conto. Faz parte
do processo de me tornar uma boa profissional mas esse lance de
curador ferido às vezes é muito cansativo. Pra terminar o sábado, fui
ajudar a moça que está fazendo curso de Astrologia e forneci meus
dados para que ela estudasse meu mapa; em cinco minutos de
interpretação ela me chamou de esnobe, irascível, ostensiva,
infidel, enganadora, instável, provocadora, ambiciosa, ofensiva
implacável, rigorosa, insensível e às vezes desumana. Nem
adiantou ponderar com ela que esse Jupiter na 3 era mais bacana
e pôxa e a conjunção com Netuno? Ao menos a 5 em Sagitário,
hein? Nao é divertido? Nada. Olhar de desaprovação total. O que
serve é que  foi uma troca de trabalhos. Indiquei Vine e Beech pra ela.
Vamos acompanhar. Ok, eu sou maldosa ás vezes.